[adrotate banner="2"]

Estudantes da rede pública recebem orientações sobre Maio Amarelo

O mês de maio marca mais uma vez o período dedicado à conscientização para a segurança no trânsito e, há 11 anos, o movimento global conhecido como Maio Amarelo tem sido uma voz importante por todo o Brasil. Este ano, a iniciativa, lançada pelo Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran-DF) em parceria com a Secretaria de Segurança Pública do DF (SSP-DF), mantém o compromisso de ampliar a conscientização sobre segurança e promover uma cultura de paz e segurança na região.

Durante a abertura oficial da campanha, na última quinta-feira (2), os estudantes receberam orientações sobre o Maio Amarelo, participando ativamente de ações educativas e culturais. Cerca de 150 estudantes do Centro Educacional 01 do Itapoã, do Colégio Cívico Militar 308 do Recanto das Emas e do Centro Educacional 01 da Estrutural foram escolhidos para a ação, coordenada pelo Conselho de Trânsito do Distrito Federal (Contrandife) em colaboração com o Detran-DF, DER, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, PRF e Secretaria de Segurança Pública, todos unidos sob o programa “DF Mais Seguro – Segurança Integral”. O objetivo da iniciativa consistiu em promover a segurança viária e garantir o bem-estar de todos os cidadãos.

Sobre a campanha

A campanha “Paz no Trânsito” vai além da segurança viária, abrangendo o bem-estar e a qualidade de vida de toda a comunidade. Quando o tráfego flui harmoniosamente, as tensões diminuem, os acidentes são reduzidos e a cidade se torna mais pacífica e saudável. Além disso, a paz no trânsito cria um ambiente mais inclusivo e igualitário, onde todos têm direito à segurança e à mobilidade. É por meio do respeito mútuo, da empatia e da educação que se constrói uma cultura de paz nas estradas, transformando cada viagem em uma oportunidade para unir comunidades.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer outros veículos das forças de segurança, como motos e carros blindados especiais, além de apreciar a chegada dos helicópteros do Detran-DF e da PMDF

Um destaque deste ano foi a interação das crianças e adolescentes com os serviços de emergência. Durante o evento, os jovens exploraram de perto os veículos do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), compreendendo os procedimentos de resgate e familiarizando-se com as viaturas de salvamento. Além de proporcionar diversão, essa experiência capacitou as crianças a identificar sinais de emergência e a agir de forma assertiva em situações críticas.

Os alunos também tiveram a oportunidade de conhecer outros veículos das forças de segurança, como motos e carros blindados especiais, além de apreciar a chegada dos helicópteros do Detran-DF e da PMDF. Uma apresentação cultural em forma de batalha de rima com a temática de segurança no trânsito, realizada pelos MCs do trânsito, cativou a atenção dos jovens.

O estudante do CED 1 da Estrutural, Júlio Cézar Almeida de Oliveira, participou das atividades e enfatizou a importância da educação de trânsito desde a juventude. “É muito importante a conscientização do trânsito, não só para o estudante, mas para todos em geral. Porque a gente sabe que quanto mais a gente falar sobre isso, melhor o trânsito vai ficar. O trânsito não envolve apenas motoristas, mas também ciclistas e pedestres, e a conscientização é positiva para a sociedade como um todo”, destacou.

Miguel Videl, chefe do Núcleo de Campanhas Educativas do Detran-DF, ressaltou a importância das ações educativas para a comunidade. “São 11 anos de preservação da vida. Esse movimento foi criado em 2013 visando reduzir os sinistros de trânsito no Brasil e no mundo. É um prazer imenso trazer as crianças pra dentro desse nosso mundo de trânsito, falando, orientando e conscientizando, seja de uma maneira lúdica ou através de palestras”, afirmou.

O gestor reforçou ainda, embora a campanha principal seja em maio, esse é um trabalho realizado durante todo o ano. “Esse trabalho é contínuo ao ano inteiro que nós realizamos de 1º de janeiro até final de dezembro nas escolas públicas e particulares do Distrito Federal”, finaliza. É essencial destacar que o Maio Amarelo não se limita a um grupo específico, mas é uma campanha para toda a sociedade. Afinal, a segurança no trânsito é responsabilidade de todos os cidadãos.

*Com informações da SEEDF

Fonte: Agência Brasília

[adrotate banner="6"]
spot_img