[adrotate banner="2"]

Sistema auxilia na classificação de pacientes com dengue

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF), por meio da Coordenação Especial de Tecnologia da Informação em Saúde (Ctinf) e da Coordenação de Atenção Primária à Saúde (Coaps), desenvolveu um sistema de estadiamento da dengue. Conhecido como Estadiômetro, o programa visa auxiliar e facilitar a classificação de pacientes com suspeita da doença, além de apresentar o manejo clínico definido pelo Ministério da Saúde.

O estadiamento é a classificação dos diferentes estágios ou fases da dengue, uma infecção viral transmitida pela picada do mosquito Aedes aegypti. Essa etapa é fundamental para o diagnóstico e o manejo clínico da doença, pois auxilia os profissionais de saúde na compreensão da gravidade da infecção e na determinação do tratamento mais adequado para cada paciente.

De acordo com a coordenadora de Atenção Primária à Saúde (APS), Sandra França, o programa proporciona maior segurança às equipes na tomada de decisões. “O sistema permite uma rápida identificação do grau em que a doença se encontra, resultando em um tratamento mais eficaz. Com o estadiamento, a assistência se torna mais segura e eficiente, agilizando a tomada de decisões e melhorando a qualidade dos cuidados prestados aos usuários”, explica.

O sistema está disponível para todos os profissionais da APS e pontos de atenção que integram a Rede de Urgência e Emergência (RUE). Para acessar, basta clicar neste link.

*Com informações da Secretaria de Saúde do Distrito Federal (SES-DF)

Fonte: Agência Brasília

[adrotate banner="6"]
spot_img