“O boxe mudou tudo na minha vida” diz aluna de 73 anos de complexo esportivo de SP





Aluna do Instituto Adilson Maguila descobriu a arte em 2017 e viu sua qualidade de vida mudar completamente



A Vila Olímpica Mário Covas, em parceria com o Instituto Adilson Maguila, oferece aulas gratuitas de boxe na zona oeste da capital todas as terças e quintas-feiras. O instituto conta com um ringue, luvas e sacos de pancadas, ensinando os princípios fundamentais do esporte e da disciplina. Vera Lúcia, de 73 anos e moradora do Conjunto Habitacional Raposo Tavares, no bairro do Butantã, zona oeste da cidade de São Paulo, é uma das alunas participantes.

“Trabalhei a vida toda e nunca tive tempo para praticar esportes ou de fazer academia. Até que um dia, em 2017, aceitei o convite de uma amiga para conhecer a Vila Olímpica Mário Covas e o que estava sendo oferecido lá como programação esportiva. Fui interessada em fazer algum esporte e essa amiga me sugeriu o boxe. Eu jamais havia pensando em lutar. Mas, curiosa, fui. Participei das primeiras aulas ministradas pelo Instituto Adilson Maguila e decidi: ‘É aqui que vou ficar’”, conta a boxeadora.

Vera conta que acompanha todos os treinos “O boxe mudou tudo na minha vida, corpo e mente. Vou às aulas religiosamente, toda terça e quinta. Nesses dias, não há mais importante que a minha aula de boxe. Falto até a casamento se for preciso”, diz.

“Apesar da idade, me sinto muito bem quando luto. Saio do treino disposta, com energia, revigorada. Hoje também vou para academia e faço natação. Sempre fui uma pessoa agitada, preciso estar em movimento”, diz.

“Muita gente acha que praticar esportes é só para jovem, mas não tem nada disso. Me identifico com os mais novos, fazemos o mesmo tipo de treino, na mesma intensidade. Não me sinto diferente. Idade é só uma questão numérica”, complementa.

Vera se considera mais jovem e mais bonita. “O boxe mexeu com a minha autoestima. Tenho agilidade para subir, descer, andar. Não fico doente. Minha expectativa de vida aumentou. Uma dor ou outra às vezes aparece, mas nada que me faça parar”.

Depois da sua casa, a Vila Olímpica Mário Covas é o lugar em que ela mais gosta de estar. “Lá tenho tudo que preciso. Os professores são ótimos e me deixam super à vontade. Treinando boxe, eu não sinto o peso da idade. Costumo falar para os meus colegas de boxe que eu venho aqui até de bengala. Enquanto eu tiver saúde, lutarei”, conclui a pugilista.

Aulas grátis de boxe

Para realizar a matricula, basta comparecer ao complexo esportivo, situado na Rodovia Raposo Tavares, km 19,5, zona oeste da capital, às quintas, das 10h às 16h. Os interessados devem levar documento com foto, atestado médico e, para o caso de estudantes, declaração escolar.

As aulas acontecem todas as terças e quintas-feiras, em quatro períodos (9h-10h, 10h-11h, 14h-15h e 15h-16h). Atualmente, o espaço de 780 m² conta com um ringue e sacos de pancadas, atendendo regularmente 250 alunos.

Para mais informações sobre as aulas de boxe, entre em contato no telefone (11) 3785-4292 ou pelo site institutomaguila.com.

Siga o canal “Governo de São Paulo” no WhatsApp:
https://bit.ly/govspnozap

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

spot_img
spot_img
spot_img