[adrotate banner="2"]

Roubos despencam 80% na região do fluxo no centro de São Paulo





É o menor número de casos registrados em uma semana desde o início do monitoramento



Centro de SP tem redução nos crimes

A região do fluxo que concentra usuários de drogas no centro de São Paulo registrou o menor número de roubos em uma semana desde março do ano passado, quando teve início o monitoramento semanal das cenas abertas de uso.

Na semana de 19 a 25 de fevereiro deste ano, foram 55 roubos, quantidade 80% menor em comparação ao mesmo período do ano passado, quando foram 285 boletins de ocorrência elaborados.

Em relação aos furtos, a redução foi de 69%. Na semana do dia 19 a 25 de fevereiro, foram 161 delitos. No mesmo período analisado no ano passado, a Polícia registrou 525 crimes. O levantamento é realizado nas áreas do 3º Distrito Policial (Campos Elíseos) e 77º (Santa Cecília).

No acumulado, desde abril do ano passado, são cerca de 4 mil roubos e furtos a menos no entorno da área que compreende o fluxo de usuários.

O resultado faz parte das ações implementadas pela atual gestão da Secretaria da Segurança Pública para aumentar a segurança e combater a criminalidade na região central.

“Priorizamos o combate ao tráfico de drogas por entendermos se tratar de um crime que movimenta os demais delitos da região central. O empenho da Polícia Militar resultou em mais patrulhamento preventivo e da Polícia Civil, em investigações robustas para prender traficantes e receptadores, pois identificamos ali uma cadeia ilícita que é abastecida pelos roubos e furtos”, explicou o secretário da Segurança Pública, Guilherme Derrite.

As novas ações compreendem a valorização dos policiais, a inauguração e ampliação de novas sedes para unidades policiais, operações de combate ao tráfico de drogas e de qualificação de pessoas que frequentam o fluxo e o combate aos roubos e furtos de celulares.

Neste ano, na inauguração da companhia da Força Tática da Polícia Militar, o governo do Estado anunciou o aumento do efetivo de policiais que atuam na região.

“Vamos prosseguir para desarticular a atividade criminosa na região e, em conjunto com as demais áreas do governo, devolver o centro de São Paulo para a população”, completou o secretário.

Ainda de acordo com a Coordenadoria de Análises e Planejamento da SSP, a integração entre as autoridades governamentais e a comunidade local foi outro fator determinante para alcançar os resultados. “Esse tipo de cooperação é muitas vezes vital para o sucesso de iniciativas de segurança, pois envolve a participação ativa da comunidade na identificação de problemas, implementação de medidas preventivas e promoção de uma cultura de segurança”, destacou no relatório divulgado nesta sexta-feira (1º).

Fonte: Governo do Estado de São Paulo

[adrotate banner="6"]
spot_img